Smart Contracts – O que são os contratos inteligentes do Ethereum?

Como muitas ideias na indústria do blockchain, uma confusão geral envolve os chamados  smart contracts ou “contratos inteligentes” do Ethereum. Sendo uma nova tecnologia tornada possível por cadeias de blockchains públicos, os contratos inteligentes são difíceis de entender porque o termo confunde parcialmente a principal interação descrita.

Enquanto um contrato padrão descreve os termos de um relacionamento (geralmente um exigível por lei), um contrato inteligente impõe uma relação com código criptográfico. Em outras palavras, os contratos inteligentes são programas que se executam exatamente da forma como foram configurados por seus criadores.

Primeiro concebida em 1993, a ideia foi originalmente descrita pelo cientista da computação e criptógrafo Nick Szabo, como uma espécie de máquina de venda automática digital. Em seu famoso exemplo, ele descreveu como os usuários podiam inserir dados ou valores, e receber um item finito de uma máquina, neste caso um lanche do mundo real ou um refrigerante.

Em um exemplo simples, os usuários de ethereum podem enviar 10 ether (ETH) para um amigo em uma determinada data usando um contrato inteligente (veja o nosso guia “O que é Ethereum? Tudo o que precisa saber!“). Nesse caso, o usuário criaria um contrato e configuraria os dados para esse contrato para que ele pudesse executar o plano desejado.

“O Ethereum é uma plataforma construída especificamente para criar contratos inteligentes.”

Mas essas novas ferramentas não se destinam a ser usadas isoladamente. Acredita-se que elas também possam formar os blocos de construção para “aplicativos descentralizados”e até mesmo empresas autónomas descentralizadas.

 

Smart Contracts – Como funcionam os Contratos Inteligentes do Ethereum?

Vale a pena ressaltar que o bitcoin foi a primeira criptomoeda a suportar contratos inteligentes básicos, no sentido de que a rede pode transferir valor de uma pessoa para outra. A rede de nós apenas validará as transações se determinadas condições forem atendidas. Mas, o bitcoin é limitado no que toca ao caso de uso da moeda.

Em contraste, ethereum substitui a linguagem mais restritiva do bitcoin (uma linguagem de script com uma centena ou mais de scripts) e o substitui por um idioma que permite aos desenvolvedores escrever seus próprios programas – seus próprios contratos.

O Ethereum permite aos desenvolvedores programar seus próprios contratos inteligentes, ou “agentes autónomos”, como o Whitepaper do Ethereum os chama. O idioma é ‘Turing-complete‘, o que significa que ele suporta um conjunto mais amplo de instruções computacionais.

Os contratos inteligentes podem:

  • Funcionar como contas de “assinatura múltipla”, de modo que os fundos são gastos apenas quando uma percentagem necessária de pessoas concordar com tal transação
  • Gerenciar acordos entre usuários, digamos, se alguém comprar algum bem do outro
  • Fornecer utilidade para outros contratos (semelhante a como funciona uma biblioteca de software)
  • Armazenar informações sobre um aplicativo, como informações de registro de domínio ou registros de associação.

 

Smart Contracts – Exemplo prático de um contrato inteligente do Ethereum

Suponha que você aluga um apartamento do qual eu sou proprietário. Você pode fazer isso através do blockchain, pagando com criptomoedas. Você recebe um recibo que é mantido em nosso contrato virtual. Dou-lhe a chave de entrada digital que vem até você em uma data especificada. Se a chave não chegar na hora, o bloco bloqueia o reembolso.

smart-contracts - contratos inteligentes

 

Se eu enviar a chave antes da data combinada, a função armazena-a, liberando a taxa e a chave para você e para mim, respectivamente, quando a data chegar. O sistema funciona na premissa If-Then (“Se-Então”) e é testemunhado por centenas de pessoas, para que você possa esperar uma entrega sem falhas. Se eu lhe der a chave, tenho certeza de ser pago. Se você enviar uma certa quantia em bitcoins, você receberá a chave. O documento é cancelado automaticamente após o tempo e o código não pode ser interferido por nenhum de nós sem o outro, pois todos os participantes são alertados simultaneamente.

Você pode usar contratos inteligentes para todos os tipos de situações, que vão desde derivativos financeiros até prêmios de seguro, contratos de infração, direito de propriedade, execução de crédito, serviços financeiros, processos legais e contratos de crowdfunding. Com os contratos inteligentes, as possibilidades são imensas e só agora empresas e organizações ao redor do mundo estão começando a adotar os smart contracts para as suas variadíssimas necessidades.

Agora que já conhece um pouco melhor o mercado das criptomoedas, siga o link abaixo e descubra num vídeo exclusivo todos os segredos do Bitcoin e como começar a criar rendimentos investindo em Bitcoin:

Comments (No)

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.